12 de julho de 2011

Vida "Selvagem" (Patos)

Uma história que nos mostra mais uma vez que os animais, supostamente irracionais, são mais humanos e racionais do que os próprios humanos.


Esta história se passou em uma chácara de um conhecido, foi contada pelo caseiro, se trata da história de um pato que todos os dias, sem exceção, apanhava de outro pato branco, grande e bonito, enquanto este primeiro era cinza, mirrado e com as penas mal cuidadas.

O pato branco tinha vários amigos que estavam sempre ao lado dele, com isso o pato mirrado ficava excluído, sem amigos e desanimado com a vida.

Certo dia ele sentiu que sua vida ia mudar, enquanto dormia ele sonhou com um grande cisne de penas azuis, de beleza incontestável e que olhou em seus olhos e disse: “Hoje você se sente sozinho e desanimado, mas levante esse bico, pois sua vida irá mudar”.

O pato cinza acordou com um ânimo nunca visto antes, neste dia o pato branco veio para cima dele, como de costume, e quando ele se sentia forte o suficiente para reagir, levou mais uma surra, pois por mais animado que estivesse não era páreo para seu inimigo. Desanimou novamente e apenas seguiu os passos dos outros patos que iam banhar-se no rio próximo.

Todos os patos seguiam o branco para dentro do rio, enquanto o cinza ficava na beira esperando, com medo de ser atacado em pleno banho e acabar morrendo afogado, mas aquela voz sussurrou novamente em seu ouvido a mesma frase e neste momento uma grande sucuri gigante surgiu tentando abocanhar um dos patos e todos se espalharam, quando a sucuri parou e começou a enrolar alguma coisa todos avistaram, era o pato branco, mas ninguém foi ajudá-lo, os seus amigos correram voando, fugindo para longe do rio.

O Pato cinza vendo aquela cena não se sentia bem em deixá-lo morrer ali, daquele jeito trágico, apesar de sempre ter pensado no dia que isso aconteceria, então ele abriu suas asas, correu em direção ao rio e caiu com as garras em cima da sucuri, começou a bater com seu bico e asas, seu esforço parecia não resultar em nada pois a sucuri afundou com o pato branco e então ele avistou a sucuri indo embora e logo o pato branco aparece boiando, machucado, mas vivo.

Esta história foi contada pelo caseiro de uma chácara, que viu a cena e não acreditou, daquele dia em diante, não só o pato mudou sua vida, como o caseiro também.
Postar um comentário