8 de setembro de 2009

Meio Ambiente, ética e respeito!


Existem diversas fontes hoje de informação sobre como cuidar do meio ambiente, passando também para todos o conhecimento sobre a necessidade do mundo e o caos que nos espera se continuarmos a simplesmente não fazer nada para melhorar.
Ninguém pensa quão importante são as florestas e rios e simplesmente não prestam um simples favor ao meio ambiente, jogando o lixo em seu devido lugar.
Quando você come um pedaço de carne de vaca, você acha que esse pedaço chegou até você porque? Não seja hipócrita de dizer: "Porque o açougue vendeu pro meu pai...". Pense, olhe à sua volta e veja quantas coisas você tem na sua casa feitas de madeira, quantos cadernos você já usou em toda a sua vida e de onde eles saíram, quantos lápis você já apontou até não conseguir segurar mais.
É, engraçado quando se para pra pensar nisso não é? Não, não é engraçado.
Nao tem graça nenhuma todo mundo só sugando e sugando da natureza sem nem sequer se preocupar em dar algo em troca, como uma simples muda de árvore que você planta, ou a simples ação de jogar o lixo no lixo e pronto.
Estava em um rio esse feriado de 7 de Setembro e haviam crianças brincando no rio, amigos deixando a correnteza os levar, batendo as mãos nas pedras e ralando um pouco as pernas ou a bunda, parece idiota, mas o idiota não éramos nós e sim o cara que jogou uma lata de sardinha aberta no rio e quando eu fui ajudar uma amiga que ia descer a correnteza eu apoiei a mão sobre ela e, quando vi do que se tratava fui logo levando para fora do rio e joguei no cesto de lixo. Mas quantas pessoas não devem ter se cortado com aquela lata? Quantas crianças brincando no rio não tiveram seus pés cortados ou as mãos, brincando de cair no rio. Coisas até piores que isto poderiam acontecer, como por exemplo alguns dos que se cortaram, poderiam ter pego tétano ou gangrena no membro atingido. Como fica a vida da pessoa quando pensa que perdeu um pé porque um "sem noção" jogou a latinha no rio.
Andando por uma trilha também encontrei um solado de tênis, borracha pura. Sabem quanto tempo leva para a borracha se desfazer e ser absorvida pela natureza? Olhem a figura e se espantem. Quem jogou aquilo ali não pensou que quando seu neto fosse passar pela mesma trilha, talvez encontrasse essa borracha. Quem sabe não foi meu bizavô que jogou aquilo ali? Não se preocupe, agora nunca aparece culpados.
Quantas bitucas de cigarro não vemos jogadas no mato e no chão e boiando nos rios? Se cada fumante tivesse a noção do mal que está fazendo, deixariam todas suas bitucas em um canto para logo jogar no lixo, onde não correria o risco de prejudicar o meio ambiente, ou pior, causar uma queimada onde o próprio ser ignorante possa ser intoxicado com a fumaça ou até se queimar tentando apagar o fogo. Se bem que é pouco provável que se queime tentando apagar o fogo, porque com certeza não tentaria e logo metade da mata seria tomada por chamas, matando diversos animais e acabando com boa parte da mata nativa, pior se for nas encostas de rios, que ainda poderia causar mais mal ainda, como o assoreamento do rio pela falta de mata ciliar.
Gente, se liga...
Se você fizer a sua parte, o mundo pode mudar e melhorar.
Seja menos egoísta e pense um pouco além do seu próprio umbigo.
Talvez assim você consiga ter o prazer de contar alguma história de honra ao seu neto, dizendo que você ajudou a mudar o mundo. Pois se assim não for, talvez você nem consiga ter netos!
Até mais!
Postar um comentário